sábado, 10 de janeiro de 2009

Imperfeita ode a sinceridade

Uma melancolia que não sei de onde vem
E vai, mas eu sei que ela volta.
Queria saber por quê...
Mentiras bem contadas sempre me interessaram,
Curtos suspiros falsos,
Prazeres inacabados

Sempre inacabado...

Queria saber o porquê.
Queria não ser humanóide...
Talvez um felino,
Talvez um outro mamífero
Um outro tipo de ser
Um que minta melhor, mais convincente...
Que não seja algo raro,
Que não seja inacabado...

Sempre inacaba...

O horizonte me acolhe tão confortavelmente
E não é com mentiras.
Sinto algo diferente
Algo melhor...
Mas vem a noite
E fica inacabado

Sempre inaca...

Mas não consigo fugir das mentiras
“mentiras sinceras me interessam”
Amores cínicos, carinhos inventivos,
Apreços aleivosos!
Que de tão sinceros
Acabam inacabados

Sempre ina...

Às vezes é bom ser seletivo
E não aceitar tudo que lhe é oferecido.
Tudo que lhe é vomitado.
Porque você se acostuma
Fácil...
E mentiras sinceras são
Sempre inacabadas

Sempre...
O que mesmo?

...

Não tem importância
Deixa assim...

Imperfeita ode a sinceridade
(Victor Castanheira Antunes)

9 comentários:

Yza. disse...

2009 definitivamente nao conseguiu estragar você.

Está ótimo, Kas.

Fred disse...

Bacana os texto bem escolhido e com conteúdo...abraços!

nii;massine disse...

não consigo achar uma palavra bonita pra descrever seus textos , logo , deixo meus parabéns , sempre inacabados ...

:* Babe.

Luiz Carlos disse...

"Mentiras bem contadas sempre me interessaram"

Também sempre me interessei por boas mentiras, aquelas que se parecem com verdades. Sou um amante de verdades, elas acima de tudo.

A imperfeita ode à Sinceridade...

mas pq imperfeita?

Kas. disse...

Porque uma ode contem estrofes simétricas

e ai não contem nenhuma simetria =)
ashajsioa

Abraços

Luiz Carlos disse...

Entendi, mas msm assim não concordo com o título de imperfeita!!

eu me referia mais ao conteúdo da ode do que à sua métrica, pois conteudísticamente achei ótima!!!

hehehehehehe

parabéns novamente...

Bela disse...

Eu não sabia onde responder o seu comentário então vai aqui mesmo. Primeiro, obrigada, então somos dois indignados com o Arnaldo Jabor. Eu nem ia postar nada e minha postagem ficou um lixo, eu nem li ainda o que eu escrevi pra falar a verdade, foi de raiva, eu tava revoltada. Tenho que dizer que eu não sou a maior fã do Lula não, mas eu reconheço que tem defeitos e qualidades e ele fez sim coisas boas. Eu só odeio quando os mesmos meios que vangloriavam a ditadura abrem a boca, ou seus sites e revistas, pra falar mal dele.
E segundo, eu adorei as poesias .. Quem me dera uma dia eu tivesse criatividade o bastante pra isso. Adicionei como favorito também.

Bela disse...

num dia criativo eu vou tentar então.
beijo

LUA disse...

Ótimo post...
lindo, perfeito...

adorei a parte que você gostaria de ser algum outro animal, não humano...

me encaixo nesse quesito
gostaria de ser um pássaro e livre voar^^

beiijo
tenha um ótimo fds

Novo Aeon - Raul Seixas

Sociedade alternativa
Sociedade novo aeon
É um sapato em cada pé
É direito de ser ateu
Ou de ter fé
Ter prato entupido de comida
Que você mais gosta
É ser carregado, ou carregar
Gente nas costas
Direito de ter riso e de prazer
E até direito de deixar
Jesus sofrer...